Os 3 chás pretos mais famosos da China

A China é conhecida pelo local onde nasceu a bebida do chá. Há centenas de anos que a China exporta chá para o mundo inteiro, tendo mais de 1.400.000 hectares de plantação de chá.

A China produz diversos tipos de chá: chá preto, chá verde, chá oolong, chá branco, chá aromatizado e chás comprimidos. Porém, os chás pretos mais vendidos usualmente são os chás pretos Lapsang Souchong e o Gunpowder e Keemun. Saiba mais sobre estes chás pretos.

Lapsang Souchong

A variedade de chá mais conhecida proveniente da China é o famoso chá preto Lapsang Souchong, oriundo dos montes do norte, nomeadamente da região de Fujian. É uma folha de chá única e larga, famosa pelo seu distinto aroma e sabor fumado. Este sabor é obtido porque as folhas de chá são emurchecidas em cima de fogueiras feitas com lenha de pinheiro. Diz-se que este processo de defumação foi descoberto por acaso, quando um exército teve de se acomodar numa fábrica de chá, cheia de folhas de chá, tendo estas de ser removidas para acomodar os soldados. Quando os soldados saíram, as folhas tinham de secar rapidamente e um dos empregados da fábrica fez fogueiras de lenha de pinho para o conseguir, assim se chegou a um novo sabor do chá.

A história mais realista é que quando este tipo de chá de Fujiam começou a ser exportado para a Europa e América no século XVII, o tradicional chá verde não tinha tanta capacidade de viajar, pois perdia a sua qualidade nas viagens que duravam entre 15 a 18 meses por terra e mar. Os produtores desenvolveram então um método de enrolar, oxidar e secar as folhas do chá para que estas mantivessem as suas qualidade intactas durante mais tempo. Depois das folhas de chá oxidarem, estas eram espalhadas em cestos de bambu e colocados em prateleiras na sala de secagem. A sala de secagem era erguida em cima de fornos que permitiam que o calor subisse através de ventoinhas colocadas no teto. Para aquecer esses fornos os produtores usavam a madeira de pinho existente na zona e, enquanto a lenha ardia, o fumo que ficava dava ao chá um sabor característico fumado, com um toque de pinho.

Hoje em dia as fábricas de chá em Fujian ainda secam o seu chá da mesma forma como faziam há mais de 400 anos atrás. Agora com um aroma mais leve, também fabricam o chá Bohea ou Lapsang, que é um Lapsang mais leve. O nome Bohea advém da derivação de “Wuyi” que é o nome da famosa área montanhosa onde estes chás são feitos. Também produzem e exportam o Lapsang Souchongs com o sabor fumado bem forte, tradicionalmente característico desta região.

Keemun

Um chá muito conhecido da zona Anhui da China é o chá “gonfu” que no resto do mundo é conhecido como Keemun. Este nome significa que o chá é feito com uma disciplina fantástica, conseguindo manter as folhas finas e compridas sem as partir. Estas folhas de chá preto, dão ao chá um aroma e sabor de avelã, muito delicado.

A variedade de chá Keemun é produzida na Zona de Qimen, província de Anhwei. Esta variedade de chá começou a ser produzida em 1875 por Yu Quianchen (um funcionário público desempregado) depois de ter viajado para Fujian para aprender os segredos da produção do chá preto. Antes, apenas chá verde era produzido em Anhui. O resultado excedeu as expectativas e a qualidade do chá Keemun ganhou grande popularidade em Inglaterra, sendo hoje em dia um dos mais consumidos chás de pequeno-almoço.

O aroma do chá Keemun tem toques florais, embora não tão floral como o chá Darjeeling. Este é chamado o chá doce da China, podendo no entanto ser mais amargo, dependendo de como é processado. Recomenda-se que este chá seja bebido sem açúcar ou leite.

Yunnan

Da província de Yunnan, no sudoeste da China, advém um chá rico, com aromas de terra e malte, semelhante aos chás Assam. Esta qualidade de chá é ideal para beber com leite, como um chá tradicional inglês. É também um chá aconselhado para o pequeno-almoço.

Outros chás pretos da China famosos

Outros chás pretos da China são o Keemun Mao Feng e o Szechwan Imperial.

A sua votação: